Ônibus em São Paulo

Hoje, no caminho de casa ao metrô, briguei com o motorista do ônibus. Quero dizer, micro-ônibus que faz a linha de casa à estação Conceição. A linha é 5759-31 e eu peguei o ônibus às 8h15, mais ou menos, na esquina da r. Dr. Djalma Pereira Franco com a r. Carlo Carra.

Logo adiante, o motorista não parou no próximo ponto e quando avisei que tinha mais gente para descer, ele não só continuou com o ônibus como ficou bravo. Um prevalecido, já que só tinha mulher no ônibus, além de mim. Não obstante, disse que eu estava “arrumando briga por aqui, gaúcho”.

Fiquei firme. Disse que, como motorista do ônibus, ele tinha o dever de cuidar de todo mundo que estava no carro e ele não estava fazendo isso. Um pouco mais adiante ele parou para o pessoal descer mas dirigiu correndo todo o trajeto até o final da linha.

Já é uma droga pegar um ônibus cheio, apertado, correndo por um trajeto pelo meio da favela, todo esburacado e ainda temos que aguentar um motorista mal-educado e irresponsável. Pior é que os passageiros devem estar tão acostumados a levar porrada que nem falam nada.

No trajeto metrô Sumaré até a agência foi a mesma coisa. Ônibus cheio, caindo aos pedaços. O motorista arrancava com o ônibus como se tivesse em Tarumã ou na Fórmula Indy e correu todo o caminho, com aquele controlador de velocidade apitando desesperadamente.

Incrível, os motoristas por aqui carregam os passageiros como saco de batatas, sem respeitar nada. E isso só vai mudar quando os passageiros se unirem e começarem a reclamar e denunciar.

Aliás, já falei: uma boa solução é trocar TODOS os ônibus por veículos de câmbio automático. Assim a velocidade é mais controlada.

PS: Esqueci de falar que os motoristas de micro-ônibus aqui são piores que os de lotação de Porto Alegre. Esta notícia do Globo ilustra bem o que quero dizer: Micro-ônibus bate em dois veículos e deixa 4 feridos na Zona Sul de SP

2 thoughts on “Ônibus em São Paulo

  1. Ingue

    Em época de eleição, dá a sugestão da troca de bus pro prefeito, governador, presidente,… nessa hora eles fazem isso pra ganhar voto!

  2. Eduardo Farias

    Cara, eu que desço a Sumaré de ônibus quando desembarco no metrô Sumaré já reparei uma coisa, aqueles 117Y-10 (Cohab – Azul) são bem piores que os 875H-10 (Metrô Vl. Mariana – Laranja)

    Eu sei que dia de trabalho não dá pra se dar ao luxo de escolher e que provavelmente tu esteja careca de saber isso, mas não custa nada dar a dica.

%d blogueiros gostam disto: