Definições

Taras e fetiches incessantes.
Rabos que vão e vem sem piedade.
Equilíbrio ou desequilíbrio?

Taras oxigenadas por corpos turbinados.
Desejos secretos afogados em sonhos segregados.
Me perco em devaneios das curvas agoniantes daquela bunda proibida.

Somos tudo aquilo que não podemos ter.
Vivemos por aquilo que não alcancamos.

Nossa definição começa no que queremos e não temos,
e acaba no que temos e não queremos.

(Henry Bocaggio)

%d blogueiros gostam disto: